Águas Passadas

 

Sei que os dias hão-de dar-me a paz que eu quero
Sei que as horas hão-de ser menos pesadas
E que as noites em secreto desespero
Hão-de ser recordações, águas passadas

Sei que tudo tem um fim, e o fim de tudo
É o tudo que me resta por viver
E o teu olhar inquieto, onde me iludo
É o desvio da minh’alma a se perder

Sei que sempre que te sei em outros braços
Há um punhal a atravessar todo o meu ser
Os meus olhos a alongarem-se num traço
São o espelho da minh’alma a não querer ver

Sei no entanto, que há uma luz no horizonte
Que antevejo, entre lágrimas resignadas
Que esta história, seja a história onde se conte
O que um dia em mim serão águas passadas

 
Download Águas Passadas Mp3
No download links are allowed for this song
Favori Listesine Ekle Yükleniyor Add this to My List
Please wait...
Please add your name at the end of Lyrics you added/corrected, if you want your name to be published